A Máquina*

30/06/2009

De engrenagens e bobinas.

A Máquina, o livro, filme, peça, não trata de engrenagens, fios, placas de metal, circuitos ou bobinas. Não é desse tipo de máquina.

A Máquina, livro, filme, peça, é de máquina-homem e máquina-mulher. Máquina-corpo. Máquina-coração, que bate mais rápido. Máquina-pulmão, que ofega. Máquina-tempo-que-não-é-do-tempo. Máquina-mundo. Máquina-eu. Máquina-você. Máquina-antônio-e-karina. Máquina-amor.

A Máquina, livro, filme, peça, tem a ver com tempo. Tem a ver com confundir tempo de horas com tempo de chuva. Porque A Máquina, livro, filme, peça, é sobre palavras. E olhe que nem entra nessa bagunça de dizer que ‘no princípio havia o Verbo’.

A Máquina, livro, filme, peça, é sobre torcer o mundo. A Máquina-mundo. Para funcionar de um jeito bonito de se ver, fazendo o povo todo rir que só vendo com todas essas coisas bobas de amor que a gente morre de vergonha de dizer que sente.

A Máquina, livro, filme, peça, é sobre um menino e uma menina. O menino quer a menina e a menina nem sabe que quer o menino. Mas a menina quer o mundo e o menino, que não é besta nem nada, vai lá buscar o mundo para a menina que isso não é serviço pra moça daquela idade.

A Máquina é livro porque é palavra. A Máquina é peça porque é emoção de verdade. A Máquina é filme porque é imagem.

A Máquina, o livro, o filme e a peça, é tudo isso e se você quiser, pode ser ainda mais.

*Texto do programa distribuído durante exibição de “A Máquina”, no dia 29 de junho de 2009.


Espaço aberto: outro relato

29/06/2009

O blog Segunda tem cinema recebeu outra contribuição de uma frequentadora das exibições do Clube de Cinema da UTFPR, dentro da proposta do Espaço aberto (leia sobre aqui). Graciele Mello escreveu pro nosso blog fazendo um relato da exibição do filme Alta Fidelidade. Confira o texto!

——————————————————————————————————————–

Alta fidelidade atrasado…antes tarde do que não escrever nada!

Eu não li o livro… também não havia assistido ao filme…Também perdi o início porque o pessoal é pontual mesmo…mas gostei bastante!

As listas citadas no filme lembram muito a minha adolescência regada a vídeo clipes na MTV, que contava como Top 10 e no sábado com o Top 20 da semana (e olhe que dediquei muito tempo da minha vida a isso).
O bacana é poder acompanhar a maioria da músicas com um larálará porque fizeram parte da nossa infância ou adolescência. Poder comparar a suas lista com as dos personagens é divertido mas acaba sendo covardia: eles entendem muito de música…rs
O outro lado – sério- da história nos coloca contra a parede, nos faz pensar “em crescer”, em parar de fazer listas dos 10 mais e tentar ser um dos 10 mais de alguma p* na vida! Essa parte é meio “pisar no calo” dos jovens que estavam a assistir de forma descontraída O Alta Fidelidade. Contudo é o que tira o filme da comédia no puro sentido americano (não tem crítica aqui,não…apenas uma observação de quem gosta de filmes mais pesados e tristes…rs).

E, claro que não dava prá faltar umas listas…kkkk

5 Bandas da época que assistia vídeo clipe no Top 10 ou 20 na MTV:
1)Alanis Morissete
2)Oasis
3)Nirvana
4)Hanson (podem acreditar, eu pequei)
5)Green Day

5 músicas do Michael Jackson (RIP) só porque tá na moda…rs
1)Thriler
2)Billie Jean
3)black or white
4)rock with you
5)Free Willy (porque é fofa…rs)

5 motivos para parar de escrever:
1)estou no trabalho
2)minha chefe já apareceu aqui
3)tenho que fazer ligações
4)tenho que encaminhar fitas
5)tenho que tomar café…rs


Hoje tem A Máquina

29/06/2009

Só para avisar: hoje tem ‘A Máquina’ (2006), filme dirigido por João Falcão baseado no livro de mesmo nome de Adriana Falcão. Exibição a partir das 18:30 hs na UTFPR.

“Pela segunda vez então Antônio sentiu um medo medonho, mas seu coração disse pra sua cabeça, vá, e sua cabeça disse pra sua coragem, vou, e sua coragem respondeu, vou nada, mas seus olhos não ouviram e resolveram que era a Karina de antes que eles queriam ver, não a de agora, se é que essa existisse, e, se essa existisse, ele prefiria não saber como ela era.”

amaquina


%d blogueiros gostam disto: